Crítica ou opinião por Mafalda D’Eça

A pintura de Larysa Kalinichenko

“Cores da Vida”

A pintura de Larysa, pode considerar-se como “nova figuração simbólica”.

Ao falarmos da pintura de larysa podemos falar de um universo que é só seu, cheio de brilho cor e criatividade.

Larysa não pinta apenas por pintar, pinta sim o seu quotidiano, a sua vida, as suas emoções profundas, digamos que pinta o espelho da sua alma, que nos diz tudo.

A natureza  é representada com vida ,os pássaros as flores, os bichos.

Pinta silhuetas, caras e corpos  que a representam, e os seus entes mais queridos.

Pinta variados  símbolos,  o sol a lua o triângulo , o circulo, os olhos, entre outros, Larysa utiliza a simbologia que lhe é querida e chegada, com uma grande subtiliza e sensibilidade, com significados próprios e muito bem definidos.

Podemos dizer que as suas composições, são bem estruturadas e elaboradas  repletas de mensagens.

O seu desenho denso, transmite-nos o seu imaginário pessoal, pintando livremente o que sente.

Há nitidamente uma preocupação de harmonia  total e equilíbrio, muito bem conseguido.

As cores conjugadas de forma pura, constroem, um colorido vibrante e harmonioso.

É uma pintura fresca, leve, feminina e graciosa, sem pretensiosismos, que automaticamente nos agrada e chama à atenção.

Apesar de ser a sua 1ª exposição toda a sua pintura revela já uma maturidade plástica, todo o seu reportório é envolvido de vida, cor e luz. Esperamos que esta seja a 1ª de muitas exposições.

Mafalda d’Eça

Artista Visual, Curadora, Crítica de Arte, Restauradora, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish